Dosimetria Interna em Medicina Nuclear com o Aplicativo GATE: avaliação do impacto do elemento de dose e do tipo de fonte

Caroline Machado Dartora, Nícollas Gonçalves Cavedini, Luís Vinicius de Moura, Ana Maria Marques da Silva

Resumo


A natureza estatística dos processos físicos envolvidos nos exames de medicina nuclear faz com que o uso do método de Monte Carlo (MC) seja uma ferramenta útil para cálculos da energia depositada e da dose absorvida nos órgãos, principalmente para avaliação de risco-benefício. O objetivo deste trabalho é avaliar as potencialidades e limitações do uso do aplicativo de simulação de Monte Carlo GATE (Geant4 Application for Emission Tomography) no cálculo da dosimetria interna em testes simulados de imagem de Medicina Nuclear. Foram comparados cálculos analíticos e simulações de fontes emissoras de radiação em fontes pontuais de 99mTc e 18F, em objetos atenuadores com geometrias simples. Foi realizada uma análise da influência do tamanho dos elementos do mapa de dose (dosel), assim como o impacto de diferentes configurações das fontes radioativas. Os resultados concordam com dados já publicados. Para uma simulação mais realística do 18F para fins de dosimetria, deve-se utilizar os dois tipos de configuração da fonte, “back-to-back”, que simula os fótons de aniquilação, e “Fluor18”, que simula o espectro de emissão de pósitrons. Conclui-se que o aplicativo GATE é um ambiente confiável e amigável para a estimativa de dose em imagens de medicina nuclear.


Palavras-chave


dosimetria interna; medicina nuclear; GATE; Mapa de dose; Simulação de Monte Carlo.

Texto completo:

PDF

Referências


ASSIÉ, K. et al. Monte Carlo simulation in PET and SPECT instrumentation using GATE. Nuclear Instruments and Methods in Physics Research Section A: Accelerators, Spectrometers, Detectors and Associated Equipment, v. 527, n. 1-2, p. 180–189, jul. 2004.

LOUDOS, George K. Monte Carlo simulations in Nuclear Medicine. In: GRANJA, Carlos; LEROY, Claude; STEKL, Ivan (Ed.). AIP Conference Proceedings. AIP, 2007. p. 147-150.

SARRUT, D. et al. A review of the use and potential of the GATE Monte Carlo simulation code for radiation therapy and dosimetry applications. Medical physics, v. 41, n. 6, p. 064301, jun. 2014.

LOUDOS, G. et al. A radionuclide dosimetry toolkit based on material specific Monte Carlo dose kernels. Nuclear Medicine Communications, v. 30, 2009.

PAPADIMITROULAS, Panagiotis et al. Photon dose kernels dataset for nuclear medicine dosimetry, using the GATE Monte Carlo toolkit. In: Nuclear Science Symposium and Medical Imaging Conference (NSS/MIC), 2011 IEEE. IEEE, 2011. p. 1390-1394.




DOI: http://dx.doi.org/10.29384/rbfm.2018.v12.n3.p39-44

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Brasileira de Física Médica

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia