1.
Vital KD, Melo Mendes B, Augusto da Silva T, Cristina Ferreira Fonseca T. Comparação entre diferentes metodologias para a determinação da atividade mínima detectável dos sistemas de dosimetria interna in vivo. Rev Bras Fis Med [Internet]. 5º de julho de 2022 [citado 21º de junho de 2024];16:567. Disponível em: https://www.rbfm.org.br/rbfm/article/view/567